inicio do site saude da gestante saude da familia saude do jovem saude da mulher saude do homem saudavel depois dos 60 anos Saude na Internet!

início > Saúde do jovem > Sudorese, transpiração excessiva

Sudorese, transpiração excessiva

Publicado em: 01/12/2000. Última revisão: 12/02/2014

Jornalista Miguel Valdívia - especial para a Saúde na Internet

Dr. José Adolfo Rodríguez, Médico Endocrinologista da Universidade Católica de Chile
todos artigos publicados

A sudorese (transpiração excessiva ou suor excessivo) pode fazer com que a pessoa sinta-se incômoda em público, devido às manchas de suor nas axilas ou em outras partes do corpo...

No verão, quando a temperatura aumenta até os incríveis números que nos levam a sumir nas sombras, as pessoas procuram formas de atingir uma melhor proteção contra o suor excessico e as marcas que a transpiração intensa deixa nas roupas.

Entretanto, inclusive longe das altas temperaturas, as vezes os esforços para manter-se seco não obtém sucesso e as roupas molham-se até o limite de sentir-se incômodo pelas sinais que delatam o suor excesivo ( sudorese ).

A razão: uma condição médica chamada de hiperhidrose ou sudorese e que caracteriza-se, principalmente, por uma grande quantidade de transpiraçao que pode fazer com que a pessoa sinta-se incômoda em público devido às manchas de água embaixo das axilas, nas costas, a sensação de umidade nos pés ou em outras partes do corpo.

Sudorese: condiçao incômoda

Mesmo não tendo conseqüências consideradas perigosas, a sudorese produz um grande mal estar social.

Aqueles que sofrem os incomodos sentem vergonha de andar em público com as marcas de transpiraçao na roupa.

Esta reação apresenta-se, principalmente, nos jóvens entre 15 e 30 anos e a causa encontra-se, na maioria das vezes, no nervosismo com que estas pessoas sentem perante situações que parecem estressantes para eles.

Enquanto para alguns, é suficiente sair na rua para sentir o stress e começar a sofrer as consequências do suor excessivo, para outros, uma conversa ou sentir-se exposto ao juízo dos outros, são suficientes para que os sintomas apareçam.

O que acontece é que as pessoas que sofrem de sudorese apresentam una reação maior perante os estímulos que, na maioria da população, produzem reações consideradas normais, ou seja, que não causam uma molestia social.

Assim, por exemplo, num ambiente quente, praticando esportes ou em qualquer situação que envolva um grau de nervosismo, os sujeitos com sudorese são reconhecidos pela quantidade de suor anormal em comparação com o resto do grupo.

Úmidas razões

O endocrinologista, José Adolfo rodríguez, da Universidade Católica de Chile, diz que esta reação exagerada dos pacientes com sudorese deve-se ao fato de que seu sistema nervoso – que regula o suor - encontrar-se excessivamente ativo.

Agrega que, como resultado desta maior sensibilidade, "ante qualquer estímulo de tensão ou de incomodo, ou qualquer situação considerada como ruim, esta estimulação do sistema nervoso acaba manifestando-se no suor".

Também podem existir razões para esta reação, como glândulas sudoríparas muito desenvolvidas ou outra doença, da qual o suor excessivo pode ser só um sintoma.

O doutor Rodríguez afirma que muitas vezes estes pacientes chegam perguntando se existe um problema glândular, "nove de cada dez vezes não se trata de nada disso", agrega. Por isso, recomenda-se às pessoas ir ao clínico geral para que ele possa indicar o especialista mais apropriado ao caso.

As soluções para a sudorese

A hiperhidrose parece não ter um tratamento eficaz nem definitivo. Algumas formas de diminuir as conseqüências são:

- Cremes antisuor que contenham aluminio: sua açao é limitada entretanto, não representa um avanço significativo para reduzir o suor excessivo.

- Talco e absorventes de água: apresentam uma ação limitada a certas regiões do corpo e não podes ser consideradas uma solução definitiva.

- Simopatectomia: esta cirurgia inabilita o nervo e evita o suor. Tem vários efeitos secundários que tornam-a num tratamento inaceitavel para uma condição relativamente benigna.

- Medicamentos tranquilizantes: inibidores e tranquilizantes do sistema nervoso simpático servem para diminuir os efeitos que o estresse provoca sobre as glândulas sudoríparas.  


Assinar feeds RSSSaiba mais sobre feeds RSS
Adicionar o site aos Favoritos
Recomendar o site a um(a) amigo(a)
Adicionar ao del.icio.us

Nós aderimos aos princípios da charte HONcode da Fondation HON Nós aderimos aos princípios da carta HONcode.
Verifique aqui.

Os leitores que chegaram a este artigo, buscaram as seguintes tags:

sudorese,  hiperhidrose,  hiperhidrosis,  transpiracao excessiva,  suor,  suor excessivo,  tratamento,  axilas,  cirurgia,  sudorese, 






início | gestante | família | jovem | mulher | homem | + de 60

busca no site | dicas de saúde no seu e-mail | fale conosco
política de privacidade | política comercial | aviso legal | RSS | mapa do site
sobre a Saúde na Internet | nossos colaboradores | seja um colaborador | anunciar


Desenvolvido por: InterNET X webhosting