Saude na Internet    Desde 1998

início > Saúde do jovem > DST – O que é Gonorréia?

DST – O que é Gonorréia?



PUBLICIDADE
O que é Gonorréia

Gonorréia, blenorragia ou esquentamento é uma DST (Doença Sexualmente Transmissível) muito freqüente, que acomete principalmente a uretra.

Causada pela bactéria "Neisseria gonorrhoeae", é adquirida através de sexo vaginal, anal ou oral com pessoa contaminada.


Sintomas

Os sintomas se instalam de dois a 30 dias após o contato sexual suspeito e diferem no homem e na mulher.

No homem, a infecção é bastante aparente, manifestando-se principalmente por secreção purulenta que se exterioriza pela uretra; dor e/ou ardência ao urinar e micção freqüente.

Cerca de 20% dos homens infectados não apresentam sintomas.

Nas mulheres, em cerca de metade dos casos não existem sintomas, ou estes são muito brandos e não chegam a ser percebidos.
Os mais comuns são:
- corrimento vaginal,
- irritação da vulva e vagina,
- dor e/ou ardência ao urinar.

Os sintomas iniciais da doença inflamatória pélvica são:
- dor no baixo ventre,
- febre,
- náuseas e vômitos e
- dor ao coito.


Conseqüências

No homem, se a infecção não for tratada, pode alastrar-se para a próstata, vesículas seminais e epidídimos, e desenvolver complicações como estreitamento da uretra e esterilidade.

Nas mulheres não tratadas, as conseqüências podem ser sérias complicações como disseminação da infecção para o útero, trompas e ovários, causando doença inflamatória pélvica que pode determinar infertilidade.

Uma mulher contaminada, ao parir, poderá transmitir a infecção ao bebê e este desenvolver oftalmite capaz de causar cegueira.

A doença não tratada, também poderá acometer áreas extra-genitais determinando inflamações no reto, faringe, articulações, coração, fígado e meninges.


Diagnóstico e tratamento

O diagnóstico é comprovado pelo exame clínico e pela identificação da bactéria em testes de laboratório.

O tratamento é realizado com antibióticos específicos.


Como prevenir

A prevenção se faz pelo uso do preservativo (camisinha). Tomar banho ou pelo menos lavar os genitais com água e sabão e urinar imediatamente após o ato sexual, são sempre medidas adicionais de proteção.


Publicado em: 25/11/2000. Última revisão: 05/03/2015
 COLABORADORES 
Dr. Cálide Soares Gomes Dr. Cálide Soares Gomes - Urologista formado em Medicina pela UFMA, 1982, com residência médica em Urologia, HMSA, Rio de Janeiro-RJ. Titular da Sociedade Brasileira de Urologia. Efetivo da Confederacion Americana de Urologia. Efetivo do Colégio Brasileiro de Cirurgiões. Professor da Disciplina de Urologia da UFMA. CRM:3011
todos artigos publicados